CRONOGRAMA CAPILAR: 5 DICAS PARA O TRATAMENTO FUNCIONAR NOS SEU TIPO DE CABELO

Seguir um cronograma capilar já se tornou rotina na vida da maioria das mulheres. A divisão de tratamentos em três etapas se popularizou e se mostrou eficaz na manutenção dos fios. Mas todo cabelo tem suas especificidades e, para funcionar, o cronograma capilar caseiro tem que ser adaptado para elas e ser feito corretamente.

Caso contrário, os resultados podem nunca aparecer. Para quem está pensando em aderir à técnica ou já está no meio do processo mas sente que precisa aprender mais sobre, nessa matéria o Beleza Extraordinária te conta tudo sobre cronograma capilar, como fazer e mais cinco dicas para o tratamento dar certo no seu tipo de cabelo. Confira:
O QUE É CRONOGRAMA CAPILAR: ENTENDA DO QUE SE TRATA A TÉCNICA

Para quem não conhece, o cronograma capilar é uma técnica que consiste em criar uma espécie de calendário de cuidados com o cabelo que intercala três tratamentos principais: hidratação, nutrição e reconstrução.

Cada um desses tratamentos tem um papel. Começando pela principal estrela do cronograma capilar: hidratação – é a base da rotina de cuidados com qualquer tipo de cabelo. Tem a função de repor água nos fios, prevenir o ressecamento e dar mais maciez. Já a nutrição é o segundo tratamento que mais aparece no cronograma e sua função é repor os lipídios da fibra capilar, que são responsáveis por criar uma camada protetora que retém nutrientes nas madeixas, além de conferir mais maleabilidade e brilho aos fios.

Terceira etapa do cronograma capilar: reconstrução. Ela é responsável por repor proteínas nos fios, fortalecê-los e deixá-los mais encorpados. Esse tratamento é considerado o mais potente dos três e, por esse motivo, não deve ser feito com frequência, especialmente em cabelos saudáveis.
DICA 1. MONTE O CRONOGRAMA CAPILAR DE ACORDO COM AS NECESSIDADES DO SEU FIO

O primeiro passo para fazer o cronograma capilar dar certo no seu tipo de cabelo é observar as necessidades dele. Só assim você saberá que rotina de cuidados adotar no dia a dia e qual a frequência de cada tratamento.

Por exemplo, quem tem cabelos danificados e porosos pode precisar de mais reconstruções no cronograma, enquanto quem tem cabelos saudáveis pode fazer esse tratamento apenas uma vez ao mês, já que a necessidade de reposição de massa em cabelos danificados é maior.

Você também pode montar rotinas específicas de acordo com uma característica dos seus fios ou com algum objetivo que você queira alcançar. Quer um exemplo? Você pode montar um cronograma capilar para crescimento, incluindo na rotina produtos que auxiliem no fortalecimento das madeixas.

Há a possibilidade de seguir um cronograma capilar para loiras, caso tenha fios descoloridos, para recuperar os fios após o procedimento.

DICA 2. ESCOLHA OS PRODUTOS CERTOS PARA O SEU TIPO DE CABELO

Quando se fala em como fazer um cronograma capilar, um dos principais cuidados a se ter nesse processo é a escolha dos produtos. Afinal, são eles que entregam os nutrientes para os cabelos e dão – ou não – o resultado desejado. Por isso, é importante escolher as máscaras de tratamento, além de shampoos, condicionadores e cremes de pentear, certos para o seu tipo de cabelo e para as necessidades que você quer suprir.

Quer um exemplo? Cacheadas e crespas geralmente tem cabelos secos, que podem ficar opacos e sem movimento. Por isso, na hora de montar um cronograma capilar para cabelos cacheados, é necessário incluir máscaras de tratamento específicas para esse tipo de fio, com ativos e tecnologias que combatam o ressecamento dos fios.

No cronograma capilar, cachos também são a textura de fio que mais se beneficia da etapa de nutrição, por isso produtos ricos em óleos vegetais são os mais indicados para esse tipo de cabelo.

Por outro lado, quem tem oleosos – uma característica muito comum entre lisas e onduladas – deve optar por produtos com menos óleos e mais essências e extratos naturais, além de ativos purificantes para controlar a produção de óleo no couro cabeludo.
DICA 3. OBSERVE OS RESULTADOS E REAJUSTE O SEU CRONOGRAMA CAPILAR CASEIRO SE NECESSÁRIO

O cronograma capilar caseiro não é uma tabela engessada que não pode ser alterada nunca, muito pelo contrário. Depois de alguns meses seguindo uma mesma rotina é normal que os resultados comecem a aparecer ou que os cabelos apresentem outras necessidades que não apresentavam antes, especialmente durante as mudanças de clima ou se você fizer alguma transformação química nas madeixas.

Por isso, nunca deixe de observar seus fios e, ao sinal de que as necessidades mudaram, reajuste o seu cronograma.

Quem fez uma rotina com foco na reposição de massa depois de passar pela descoloração ou alguma outra química, por exemplo, pode reduzir as reconstruções depois que os fios estiverem mais saudáveis.
DICA 4. NÃO EXAGERE NOS TRATAMENTOS, INDEPENDENTE DO SEU TIPO DE FIO

Se você quer saber como fazer um cronograma capilar dar certo, precisa se lembrar daquele velho ditado: tudo que é demais, enjoa. Ou seja, nada em excesso faz bem, mesmo uma coisa boa. E com os tratamentos capilares não é diferente.

Mesmo quem tem danos causados por químicas, sofre com o ressecamento, como as cacheadas e crespas, ou tem muito frizz, como as lisas e onduladas, não deve tratar o cabelo mais do que ele precisa.

Em excesso, os nutrientes dos cremes de tratamento podem sobrecarregar as madeixas e gerar o famoso efeito rebote, quando em vez de melhorar, o cabelo piora.

Se você pesquisar como montar um cronograma capilar (confira as dicas no fim da matéria!) vai ver que o recomendado é dar ao menos dois dias de pausa entre um tratamento e outro. Isso significa que se você fizer uma hidratação no domingo, o ideal é fazer a sua nutrição ou reconstrução só na quarta-feira.

DICA 5. EVITE PULAR ETAPAS DO CRONOGRAMA CAPILAR: EQUILIBRE OS TRATAMENTOS DE ACORDO COM SEU TIPO DE CABELO

No cronograma capilar caseiro, os tratamentos não podem ser feitos em excesso, mas pular alguma etapa também pode reduzir a eficácia. Todos os tipos de cabelo precisam das três etapas de tratamento: hidratação, nutrição e reconstrução. Mas cada fio vai necessitar de cada uma em intensidades diferentes.

De forma geral, a sua estrutura de fio é o que dita a distribuição do cronograma capilar: cabelo cacheado e crespo natural é mais seco e precisa de mais nutrições ricas em óleos vegetais e reconstrução ao menos uma vez por mês.

Já cabelos lisos e ondulados pedem por mais hidratação para controle de frizz, alinhamento e controle de oleosidade, mas também devem incluir uma nutrição por semana além de uma reconstrução mensal.

Mas se o seu objetivo for atender uma carência específica há outras formas de distribuir o cronograma capilar: crescimento e combate a danos, por exemplo, são necessidades que pedem uma reconstrução a cada 15 dias, já que as proteínas atuam restaurando a fibra capilar e são importantes para combater a quebra e deixar o caminho livre para que as madeixas cresçam saudáveis.
COMO FAZER CRONOGRAMA CAPILAR: SAIBA COMO MONTAR A SUA ROTINA

Agora que você já sabe o que é e quais as principais dicas para fazer o tratamento funcionar no seu tipo de cabelo, é hora de aprender como fazer o cronograma capilar. Nós separamos um exemplo básico de cronograma para cabelos naturais e saudáveis, um cronograma para cabelos danificados e outro para crescimento:

Exemplo de cronograma capilar caseiro básico (qualquer tipo de cabelo):

1ª semana: hidratação – nutrição – hidratação

2ª semana: hidratação – nutrição – reconstrução

3ª semana: nutrição – hidratação – nutrição

4ª semana: hidratação – nutrição – hidratação

Exemplo de cronograma capilar para crescimento:

1ª semana: hidratação – hidratação – nutrição

2ª semana: hidratação – nutrição – hidratação

3ª semana: hidratação – nutrição – reconstrução

4ª semana: hidratação – nutrição – hidratação

Sugestão de produto: na etapa de nutrição, experimente a linha Elseve Longo dos Sonhos, que tem óleo de rícino, queratina vegetal e vitaminas na composição para fortalecer os cabelos e salvar os últimos 3cm de fio, evitando pontas duplas, quebra e necessidade de corte.

Exemplo de cronograma capilar para cabelos danificados:

1ª semana: hidratação – nutrição – hidratação

2ª semana: hidratação – nutrição – reconstrução

3ª semana: nutrição – hidratação – nutrição

4ª semana: hidratação – nutrição – reconstrução

0 0 votes
Article Rating
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dicas da Luh
19 de março de 2021 15:46

Verdade amiga, tem que ter foco se não vai adiantar de nada.
Beijos, obrigada pela visita amore.

Debis Lima
15 de março de 2021 17:40

Muito legais essas dicas. Já fiz uns cronogramas capilares que não deram muitos resultados, justamente porque não dá pra ficar pulando etapas e precisa ter um minimo de compromisso em fazer né? kkkk bjs, debiseomundo.com.br

2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Rolar para cima